Os 5 passos essenciais para apurar o lucro da sua fazenda

Finanças para fazendas: nosso método exclusivo

FINANÇAS – Por Daniel Pagotto.

Quando chega o final de cada ano, você consegue apurar o lucro do seu negócio agro? Consegue analisar e medir a sua evolução e os progressos que conseguiu realizar?

Já estávamos no início de julho quando recebemos a ligação do João Carlos, advogado e irmão do Pedro, que é agrônomo e gestor da propriedade herdada por ambos dos pais. João estava chateado com a situação, pois já se passavam 5 anos do falecimento do pai e ele não conseguia mais manter o entendimento com o irmão sobre a gestão da propriedade por uma questão aparentemente básica: Pedro nunca conseguiu apurar e demonstrar o resultado financeiro do negócio, e este fato gerava um grande desconforto entre os irmãos, a ponto de ocasionar uma ruptura na sociedade e também nas relações fraternais…

Ocorre que Pedro e João Carlos não estão sozinhos. Segundo nossa base de dados, com mais de 2000 amostras, 81% dos gestores de fazendas não conseguem validar um modelo de finanças para fazendas e responder questionamentos com precisão e confiança necessárias para tocar um negócio com ativos de alto valor. Isso acontece porque a maior parte desses produtores concentra quase a totalidade dos seus esforços com as questões operacionais da fazenda, e com isso o ambiente financeiro acaba se perdendo no percurso. É o seu caso também? Se sua resposta foi positiva, fique tranquilo(a)… existe luz neste túnel!

Antes de mais nada precisamos entender o “porque” de se ter um modelo de finanças para fazendas, e isso vai muito além da geração de números. Envolve a continuidade do legado patrimonial e de valores, normalmente constituído por gerações anteriores, e poucos se atentam a isso.

João Carlos e Pedro de fato não conseguiram superar o conflito, deixaram de ser sócios e tiveram o ambiente familiar dividido e esvaziado, como ocorre em inúmeras situações, e quem sabe você conheça algum caso semelhante… Vivenciamos esta situação dia a dia aqui na TRATTO, pois muitas vezes busca-se a ajuda quando é tarde demais. Imagino que não queira isso para você. Já pensou como ficaria sua família e a sua vida se algo semelhante acontecesse?

Pois bem… A partir desta demanda, e para que situações como esta não aconteçam e você não precise passar por isso, desenvolvemos um método que pode te dar o conforto necessário para seguir com seu negócio familiar sustentável e equilibrado por gerações. Foi desenvolvido especificamente para quem atua no campo e não tem formação em finanças.

A seguir, descreveremos a essência deste nosso modelo de finanças para fazendas, que você poderá colocar em prática. Os pontos vitais desse método, sintetizados em cinco etapas, são:

  • Criar um orçamento anual: Crie o provável cenário de receitas e despesas do seu negócio, com projeções para os próximos 12 meses;
  • Controle e gestão do fluxo de caixa: Consolide e faça um balanço do real e orçado a cada trimestre, a fim de comparar os resultados e poder ajustar suas estratégias para os próximos meses. Assim, você não é pego de surpresa com a discrepância nos resultados planejados e reais, e também garante a melhor gestão e controle de riscos.
  • Estruturar um balanço patrimonial gerencial: Por lei, o balanço patrimonial é exigido apenas às Pessoas Jurídicas (PJs). Contudo, entendemos necessário também para as Pessoas Físicas (PFs), pois assim o gestor poderá analisar a evolução do seu negócio a cada ano. Vale ressaltar que estamos falando de um balanço “gerencial”, com ajustes para uma praticidade na inserção de dados.
  • Validar um controle de riscos financeiros: Crie indicadores de riscos financeiros, pois devemos entender que nem sempre ter dívidas é ruim. Se possuirmos uma dívida saudável, aplicação correta do capital, juros coerentes e prazos longos, a geração de caixa no seu negócio será ampliada e os lucros potencializados. Ou seja, a criação desses indicadores no permite criar regras e garantem uma margem de segurança para investimentos e controle dos riscos.
  • Reportar as informações aos sócios e herdeiros: Um dos maiores erros com que nos deparamos nas famílias que procuram nossa empresa, como dissemos, é a falha de comunicação entre os familiares sobre a situação do negócio. Se o gestor se posicionar como um executivo e reportar aos interessados sobre o desenvolvimento e ações da fazenda, conseguirá mais confiança de todos. Além disso, o ambiente de discussão saudável e controlado para tratativas das estratégias é essencial para a sustentação, fortalecimento e continuidade do legado já existente. Também possibilita criar uma situação que dará conforto a todos: previsibilidade.

Se quiser saber mais sobre este tema e se aprofundar no assunto, temos um conteúdo completo (que começa com um livro digital de finanças para fazendas) que vai te apoiar nesta evolução, e te dará o conforto que precisa para transformar a gestão do seu negócio agro. Para saber mais, é só clicar no link abaixo.

Ebook de Finanças (clique aqui)

Daniel Pagotto e Equipe TRATTO

Compartilhe!

Gostou? comente !!!



Sua Mensagem

Aquiles

O “novo” calcanhar de Aquiles das fazendas brasileiras

Einstein

Como Einstein pode te ajudar na sua fazenda? E por que isso pode fazer toda a diferença no seu futuro?

“144 minutos”_ Ferramenta de gestão para executivos do agro

“144 minutos”: Ferramenta de gestão para executivos do agro

Av. Getúlio Vargas, 18-46 Cj. 712
(14) 3879.8338 CEP 17017-383 Bauru-SP